Lula tenta desfazer sua barbeiragem política sobre a “elite branca”!

sbt

Clique na imagem para assistir o trecho da entrevista

Depois de Gilberto Carvalho abrir caminho para as desculpas de Lula sobre a indecente e imbecil afirmação que fez responsabilizando a “elite branca” pelos xingamentos e vaias na abertura da Copa no Itaquerão, Lula aparece para desdizer o que disse sem nenhum rubor nem pudor.

A cara-de-pau está mais acentuada, a vergonha na cara — motivo de chacota entre esquerdistas — não tem lugar na estrutura moral do ex-presidente que continua pensando que é alguém importante para a nação.

Esta entrevista ao Jornal do SBT — depois da sujeira com a Sheherazade e outros jornalistas — correu como uma propaganda eleitoral. As perguntas bem amenas e direcionadas, com bastante espaço para o distinto se desculpar da barbeiragem política e ainda tentar se promover e promover seu partido de corruptos.

Quando perguntado sobre as vaias e xingamentos no Itaquerão, Lula, com o discurso decorado — melhor que o de Gilberto Carvalho, que derrapou na oratória — disse o seguinte:

“Eu digo sempre que a vaia e o aplauso é só alguém começar que acontece, agora, aqueles palavrões “me cheirou” coisa organizada, o preconceito a raiva demonstrada… possivelmente a gente tenha culpa, eu vou repetir, agente tenha culpa de não ter cuidado disto com carinho, o PT não pode fazer uma campanha sem discutir o tema da corrupção, não pode fazer, não podemos fazer como avestruz, enfiar a cabeça na areia e dizer este tema não é nosso, nós temos que debater.”

Vamos analisar agora o que disse Gilberto Carvalho neste período pós barbeiragem de Lula:

Segundo o ministro, o partido se ilude com um clima de que “o povo pensa que está tudo bem”.

“Acho um erro de diagnóstico”, “E quando você não tem um bom diagnóstico, não tem um bom remédio.”

“E me permitam pessoal, no Itaquerão não tinha só elite branca não”

“A coisa desceu! Tá? Isso foi gotejando, água mole em pedra dura, esse cacete diário de que nós inventamos a corrupção, que aparelhamos o estado, que nós somos um bando de aventureiros que veio aqui para se locupletar, essa história pegou! Na classe média, na elite da classe média e vai gotejando, vai descendo! Porque não demos combate, não conseguimos fazer o contraponto. Essa eleição agora vai ser a mais difícil de todas.”

Temos então:

Gilberto Carvalho: “Acho um erro de diagnóstico”. “O partido está iludido.”
Lula: “Possivelmente a gente tenha culpa de não ter cuidado disto com carinho.”

Carvalho:“Esse cacete diário de que nós inventamos a corrupção, que aparelhamos o estado, que nós somos um bando de aventureiros que veio aqui para se locupletar”;
Lula: “O PT não pode fazer uma campanha sem discutir o tema da corrupção.”

Carvalho: “Porque não demos combate, não conseguimos fazer o contraponto.”
Lula: “Não podemos fazer como avestruz, enfiar a cabeça na areia e dizer este tema não é nosso”.

Carvalho: “A coisa desceu! Tá? Isso foi gotejando, água mole em pedra dura […] essa história pegou.”
Lula: ” Aqueles palavrões “me cheirou” coisa organizada, o preconceito a raiva demonstrada.”

Notem que as falas são idênticas, revelando que a estratégia petista está baseada no diagnóstico pessimista de Carvalho.

Percebam que Lula começa a se desdizer logo nas primeiras palavras . Neste momento o distinto reduziu drasticamente os responsáveis pelas vaias, o que antes era responsabilidade da “elite branca”, passou a ser um pequeno grupo ou apenas uma pessoa que começou o xingamento e as vaias que, “naturalmente”, se espalharam por todo o estádio. É cômico!

Mas a canalhice não parou por aí, em seguida ele coloca a culpa numa suposta “conspiração” de uma “classe qualquer” quando inseriu os termos “preconceito” e “raiva”. Preconceito e raiva não são exclusividade da “elite branca”, mas são características principais dos opositores do partidão. Qualquer um que não concorde com as sandices propostas pelo Komintern petista é automaticamente taxado de preconceituoso ou reacionário.

Para a massa da população que assistiu a entrevista, Lula não culpou a “elite branca” e sim todos os “malvados e perseguidores” inimigos políticos da extrema-direita.

Este é o jeito PT de mentir e enganar!
Fora PT!

One response to “Lula tenta desfazer sua barbeiragem política sobre a “elite branca”!”

  1. Gelmirez Freitas says :

    O LULA COM SUA ARROGÂNCIA DISSE UMA BESTEIRA TÃO GRANDE QUE É DE UMA TAL EVIDÊNCIA QUE TUDO O QUE ELE DISSER AGORA É SUPÉRFLUO….

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

NÃO DEIXE QUE UM PROFESSOR COMUNISTA ADOTE SEU FILHO

......Never argue with stupid people, they will drag you down to their level and then beat you with experience ................ HOME PAGE - PÁGINA INICIAL - BRAZIL - BRÉSIL - PÁGINA INICIAL - HOME PAGE

Angelinoneto's Blog

Liberdade de expressão e repensar a vida!

Implicante DEV

Política & Implicância

%d blogueiros gostam disto: