Archive | maio 2013

Greve de servidores em Campinas! Executivo passa a bola para Judiciário resolver!

macielApesar de ignorada pela grande mídia, a greve dos servidores de Campinas continua mesmo depois ser declarada ilegal pela Justiça. O ex-coordenador do sindicato dos servidores de Campinas, e hoje Secretário Municipal de Recursos Humanos, Marionaldo Maciel, demonstra um posicionamento diferente de quando era apenas sindicalista. Enfrentar a greve de servidores acionando a justiça e não pelo debate, está na contramão de suas atitudes enquanto coordenador do sindicato, que, em 2012 promoveu um movimento bem organizado e com adesão bem maior, colocando o Serafim contra a parede, e desgastando sua candidatura. Foi criticado na época, e acusado de “fabricar” uma greve com fins puramente eleitoreiros, devido à ser filiado ao PSB, mesmo partido de Jonas Donizette, concorrente direto de Serafim. Com a vitória de Jonas, ocorre sua ascensão ao executivo, e, o que deveria servir de porta para o diálogo com os servidores, pressupondo seu amplo conhecimento dos problemas enfrentados pela categoria, aparece como obstáculo para o entendimento, servidores denunciam assédio moral, pressões do governo e ameaças de descontos dos dias parados. Neste contexto, sem possibilidade de diálogo, ficou marcado para a próxima quarta-feira, uma audiência de conciliação. Este é o primeiro teste que o novo secretário enfrenta na posição de “vidraça”, que,
pelo andar da carruagem, já mandou blindar com nível 50, impossibilitando até mesmo a passagem de som, o que explicaria a falta de diálogo.

LOBÃO. Sensatez e Coragem em declarações polêmicas!

lobao

Sobre a presidente Dilma: “Ela foi terrorista. Ela sequestrou avião, ela pode ter matado. Como que ela pode criar uma Comissão da Verdade e, como presidenta, não se colocar? Deveria ser a primeira pessoa a ser averiguada. Você vai aniquilar a história do Brasil? Vai contar uma coisa totalmente a favor com esse argumento nojento? Porque eles mataram, esquartejaram pessoas vivas, deram coronhadas, cometeram crimes… O estopim, a causa da ditadura militar foram eles. Desde 1935, desde a coluna Prestes, começaram a dar golpes de Estado. Em 1961, começaram a luta armada. Era bomba estourando, eu estava lá. Minha mãe falava: você vai ser roubado da gente, o comunismo não tem família. Quase um milhão de pessoas saíram às ruas pedindo para o Exército tomar o poder”. Acham que a junta militar estava a fim de dominar o Brasil? Não vejo nenhum desses presidentes militares milionário. E massacram os caras.

Regime militar: Não acredito em vítima da ditadura, quero que eles se fodam. Eu fui perseguido, passei quatro anos perseguido por agentes do Estado. Por que eu tinha um galho de maconha? Me botaram por três meses na cadeia. Nem por isso eu pedi indenização ao Estado. Devo ter sofrido muito mais do que 90% desses caras que dizem que foram torturados.
PT. Esses que estão no poder, Dilma, Emir Sader, Franklin Martins, Genoíno, estavam na luta armada. Todos esses guerrilheiros estão no poder. Porra, alguma coisa está acontecendo! Em 1991, só tinha um país socialista na América Latina, hoje são 18. São neoditaduras pífias. A Argentina é uma caricatura, o Evo Morales, o Maduro. Vão deixar o comunismo entrar aqui? É a mesma coisa que botar o nazismo. A América do Sul está se tornando uma Cortina de Ferro tropical. Existe uma censura poderosíssima perpetrada por uma militância de toupeiras. Quem está dando golpe na democracia são eles, o PT está há dez anos no governo.

Golpe de Estado: Todo mundo fala da ditadura, do golpe militar, isso nunca esteve tão vivo. Os militares estão cada vez mais humilhados. As pessoas têm que entender que nenhum país civilizado conseguiu ser um país com suas Forças Armadas no Estado em que está a brasileira. Eles fizeram a Força Nacional, uma milícia armada, uma polícia política. Está tudo pronto para vir um golpe e as pessoas não estão vendo.

Ministério da Cultura: Se você tirar o Ministério da Cultura, o que não é sertanejo universitário morre. Eu recusei R$ 2 milhões do Ministério da Cultura para fazer uma turnê. O ministério libera tudo, e impressionam as temáticas: bandas mortas se ressuscitam para comemorar um aniversário de vida que não tem! O próprio Barão Vermelho! Todos pediram grana [via lei de incentivo]: Barão, Para-lamas. O Gilberto Gil é o rei, um dos que mais pedem [recurso via Lei Rouanet]! O cara foi ministro! Como é que as pessoas podem aturar isso? A Paula Lavigne é a rainha [da Lei Rouanet]. Por que os intelectuais brasileiros, diante de uma situação asquerosa como esta, ficam calados?

Apenas este pequeno trecho do seu novo livro, mostra o porque da artilharia pesada petista ter sido acionada, confira!

“O encontro mais emblemático que tive foi com o então candidato Lula no diretório central, em São Paulo, na campanha presidencial de 2002, ao lado o José Dirceu, do Mercadante e de outras figuras impolutas do partido, quando iniciamos uma conversa numa sala reservada, onde eu disse, meio embaraçado, que endossaria sua campanha caso ele se propusesse a continuar o processo de numeração dos CDs (na verdade, teríamos a lei promulgada ainda no governo FHC) e um programa que tivesse a educação como foco central, a exemplo da Coreia do Sul, para que em dez anos estivéssemos em condições de exportar cientistas para o mundo. Lula me explicou ser exatamente isso que iria implementar, que a educação era o foco principal de seu programa de governo etc. e tal, quando acontece um inusitado e constrangedor apagão que durou uns vinte minutos! Alguns pigarros, fósforos riscados, aquela falta de assunto…
Minha mulher, Regina, que estava ao meu lado o tempo todo, com aquela percepção cruel que só as mulheres possuem, me sussurrou logo que a luz voltou: esse cara que está ao lado do Lula (no caso, José Dirceu) deve tomar uns antidepressivos, tem uma salivinha branca nos cantos da boca. E sabe o que mais? Esse Lula é um tremendo picareta. Todo mentiroso olha para cima quando mente, você reparou que ele só olhava para cima até a luz apagar? Pode escrever: desse mato não sai cachorro.”

Qual a sua classe?

“Um político divide os seres humanos em duas classes: instrumentos e inimigos”
Friedrich Nietzsche

Campinas: Presidente da IMA é sócio de empresa concorrente!

pagani

Além de estar enrolado com o pedido de abertura de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para investigar os benefícios salariais pagos pelos diretores da Informática de Municípios Associados (IMA) para eles mesmos, e pelo fato de o número de assessores ter dobrado (de 12 para 25) na nova gestão, Fábio Pagani, candidato à vereador derrotado nas urnas, mas hoje como presidente da IMA, tem sua situação ainda mais complicada devido à novas denúncias. Segundo informação, Pagani é sócio de empresa concorrente da IMA, o que reforçou o pedido de exoneração feito pela oposição na Câmara.
Pagani aparece como sócio da Acqua Consultoria em Tecnologia da Informação Ltda, registrada e ativa na Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp). A próxima semana promete ser decisiva para Pagani.

As verdades que os boatos revelaram !

A pornochanchada política continua à todo vapor!!
PIB quase negativo, Petrobrás quebrada, miojo no ENEM, ministros investigados, mensaleiros condenados na CCJ, PECs e MPs sendo enfiadas goela-à-baixo, e o mais recente descalabro, o uso da Caixa como instrumento de geração de pânico na população mais carente, com a divulgação de “boatos” sobre o fim da bolsa-família. Entre toda essa bandalheira generalizada, provocada pelo próprio governo, eis que aparece uma verdade oculta, no Maranhão e Ceará, Vereadores em exercício, recebem o bolsa-família regularmente. Não se sabe se o valor que ele recebe dá para comprar uma calça de 300 reais, mas com certeza, não deveria estar recebendo nada de auxílio deste tipo. O fracasso deste programa é notório, depoimentos de pessoas, que com a maior naturalidade, dizem colocar o dinheiro em uma poupança, outras adolescentes de 16 e 17 anos, grávidas e aguardando para ter o seu “Próprio Bolsa-família”. O único sucesso deste programa, é o voto, são milhões de votos para a perpetuação da pornochanchada política instalada no país.

Veja também: Nos últimos 10 anos, de cada 100 famílias atendidas pelo programa 88 continuam na faixa da miséria e da pobreza extrema. Os dados são do próprio governo.


‘A defesa da classe média’, um artigo de Rodrigo Constantino

Todos vimos, chocados, uma turba ensandecida invadindo agências da Caixa em diferentes estados, após rumores de suspensão do pagamento do Bolsa Família. Impressionou o fato de que a maioria ali era bem nutrida, em perfeitas condições de trabalho em um país com pleno emprego.

Uma das beneficiadas pelo programa, em entrevista, reclamou que a quantia não era suficiente para comprar uma calça para sua filha de 16 anos. O valor da calça: trezentos reais! Talvez seja parte do conceito de ”justiça social” da esquerda progressista garantir que adolescentes tenham roupas de grife para bailes funk.

Não quero, naturalmente, alegar que todos aqueles agraciados pelas benesses estatais não precisam delas. Ainda há muita pobreza no Brasil, ao contrário do que o próprio governo diz, manipulando os dados. Mas essa pobreza tem forte ligação com esse modelo de governo inchado, intervencionista e paternalista.

O melhor programa social que existe chama-se emprego. Ele garante dignidade ao ser humano, ao contrário de esmolas estatais, que criam uma perigosa dependência. Para gerar melhores empregos, precisamos de menos burocracia, menos gastos públicos e impostos, mais flexibilidade nas leis trabalhistas, mais concorrência de livre mercado e um sistema melhor de educação (não confundir com jogar mais dinheiro público nesse modelo atual).

O ex- presidente Lula criticava, quando era oposição, o “voto de cabresto”, a compra de eleitores por meio de migalhas, esquema típico do coronelismo nordestino. Quão diferente é o Bolsa Família, que já contempla dezenas de milhões de pessoas, sem uma estratégia de saída? Um programa que comemora o crescimento do número de dependentes! O leitor vê tanta diferença assim?

A presidente Dilma disse que quem espalhou os boatos era ”desumano”, “criminoso”, e garantiu que o programa era ”definitivo”, para “sempre”. Isso diz muito. “Nada é tão permanente quanto uma medida temporária de governo”, sabia Milton Friedman. Não custa lembrar que o próprio PT costuma apelar para o ”terrorismo eleitoral” em época de eleição, espalhando rumores de que a oposição pode encerrar o programa. Desumano? Criminoso?

Depois que o governo cria privilégios concentrados, com custos dispersos, quem tem coragem de ir contra? Seria suicídio político. Por isso ninguém toca no assunto, ninguém vem a público dizer o óbvio: essas esmolas prejudicam nossa democracia e não tiram essas pessoas da pobreza. As esmolas estimulam a preguiça, a passividade e a informalidade. Por que correr atrás quando o “papai” governo dá mesada?

O agravante disso tudo é que os recursos do governo não caem do céu. Para bancar as esmolas, tanto para os mais pobres como para os grandes empresários favorecidos pelo BNDES, o governo avança sobre a classe média. É esta que paga o preço mais alto desse modelo perverso. Ela tem seu couro esfolado para sustentar um estado paquidérmico e “benevolente”.

Para adicionar insulto à injúria, não recebe nada em troca. Paga impostos escandinavos para serviços africanos. Conta com escolas públicas terríveis, antros de doutrinação marxista. Os hospitais públicos também são péssimos. A infraestrutura e os meios de transporte são caóticos. A insegurança é total. Acabamos tendo que pagar tudo em dobro, fugindo para o setor privado, sempre mais eficiente.

Como se não bastasse tanto descaso, ainda somos obrigados a ver uma das representantes da esquerda, a filósofa Marilena Chauí, soltando sua verborragia em evento de lançamento de livro sobre Lula e Dilma. Chauí, aquela que diz que o mundo se ilumina quando Lula abre a boca, declarou na ocasião: “A classe média é um atraso de vida. A classe média é estupidez, é o que tem de reacionário, conservador, ignorante, petulante, arrogante, terrorista.”

É fácil dizer isso quando ganha um belo salário na USP, pago pela classe média. Chauí não dá nome aos bois, pois é mais fácil tripudiar de uma abstração de classe. Mas não nos enganemos: a classe média que ela odeia somos nós, aqueles que simplesmente pretendem trabalhar e melhorar de vida, ter mais conforto material, em vez de se engajar em luta ideológica em nome dos proletários, representados pelos ricos petistas.

Pergunto: quem vai olhar por nós? Que partido representa a classe média? Com certeza, não é a esquerda das esmolas estatais bancadas com nosso suor, que depois ainda vem declarar todo seu ódio a quem paga a fatura.

Perdemos dois ícones da imprensa independente: Dr. Ruy Mesquita e Roberto Civita. Que a chama da liberdade de imprensa continue acesa!

RODRIGO CONSTANTINO, O Globo

Boatos, mensalão…

“Estude o passado, se quiseres decifrar o futuro”
Confúcio

NÃO DEIXE QUE UM PROFESSOR COMUNISTA ADOTE SEU FILHO

......Never argue with stupid people, they will drag you down to their level and then beat you with experience ................ HOME PAGE - PÁGINA INICIAL - BRAZIL - BRÉSIL - PÁGINA INICIAL - HOME PAGE

Angelinoneto's Blog

Liberdade de expressão e repensar a vida!

Implicante DEV

Política & Implicância